Os melhores filmes do ano de 2014 – a lista

O ano do cinema foi, nem mais, nem menos, uma escalada da indústria hollywoodiana na consumação dos seus velhos hábitos de financiar filmes para arrecadar milhões de dólares sem se preocupar necessariamente com a técnica e conteúdo empregados. E, por isso, se olharmos apenas filmes indicados ao Oscar veremos filmes de maior apelo técnico na categoria de filme “estrangeiro” e não nas demais.

Além disso, o modelo atual da indústria cinematográfica privilegia tanto protagonistas masculinos que vemos, nas indicações de prêmios, Julianne Moore perto de ganhar seu primeiro Oscar mais pela carreira do que pela atuação de Para Sempre Alice. Seu trabalho nesse filme está bem longe de grandes atuações nas últimas décadas, como em Boogie Nights ou As Horas.

Mesmo assim, sob esse contexto, surgem produções independentes que se agigantam e surgem como o mais próximo de obras-primas contemporâneas, como Boyhood ou Leviathan e é nesse embalo que conseguimos eleger os melhores filmes do ano, na humilde visão desse escritor.

TOP #5 (com 6) de 2014 :

1 – Boyhood, de Richard Linklater

 1

==
2 – Grande Hotel Budapeste, de Wes Anderson

2

==
3 – O Homem mais procurado, de Anton Corbijn

3

==
4 – Foxcatcher, de Benett Miller

4

==

5 – Ninfomaníaca (I e II), de Lars Von Trier

5

5 – O Abutre, de Dan Gilroy

52

– Os bons filmes do ano: A imigrante, O Ano mais Violento, Lucy, Lego Movie, Sob a Pele, Guardiões da Galáxia, Vício Inerente, Whiplash, Corações de ferro, Dois dias, uma noite, Garota Exemplar, Tangerines, Birdman, Conto da Princesa Kaguya, Festa no céu, Força Maior, Leviatã, Relatos Selvagens.

– E, se eu fosse um dos votantes dos prêmios, meus votos/indicados seriam:

  • Melhor filme: Boyhood
  • Pior Filme do Ano: Sin City 2
  • Melhor diretor: Richard Linklater (Boyhood)
  • Melhor roteiro: Dois dias, uma noite
  • Melhor ator: Jake Gyllehaal, em O Abutre
  • Melhor atriz: Marion Cottilard em Dois Dias, Uma noite
  • Melhor ator coadjuvante: Mark Ruffalo em Foxcatcher
  • Melhor atriz coadjuvante: Patricia Arquette em Boyhood
  • Melhor elenco em obra cinematográfica:  Foxcatcher
  • Melhor fotografia: Leviatã
  • Melhor animação:  Festa no Ceú
  • Melhores efeitos especiais: Interestelar
  • Filmes Mais Superestimados: Sniper Americano

Os melhores discos de 2014 – A lista

Pra ser sincero, resumir um ano em 5 álbuns além de injusto é um grande exercício de análise. Mas eis que, em 2014, a tarefa foi cumprida. Constatando todos os discos ouvidos e o resultado dessa compilação, sobressaíram-se discos com vocais masculinos e bandas/compositores que ou se reinventaram ou são estreantes.

Além do top 5 que apresento na sequência, 2014 foi um ano bom; não excelente, mas bom para a música de qualidade fazendo com que títulos muito bons do Beck, FKA Twigs, Tune Yards, Afghan Wigs, entre outros, ficassem de fora da seleção. E a seleção dos 5 álbuns definitivos de 2014 é a tão complicada que teve empate na 5ª posição, resultando no #TOP 5 de 6 discos!

 

  1. Spoon – “They Want My Soul”

 

=

  1. Mac De Marco – “Salad Days”

 

=

  1. Future Islands – “Singles”

 

=

  1. The War on drugs – “Lost in the dream”

Indispensável em qualquer lista de melhores do ano, o álbum do War on…. é vibrante e traz combinações de mixtapes eletrônicos de forma orgânica.

=

  1. Damon Albarn – “Everyday robots”

A mesma voz que imortalizou o Gorillaz e o Blur, Damon Albarn embarca na jornada solo com essa pérola de contemplação em forma de rock.

=

  1. Jack White – “Lazaretto”

Sem a preocupação excessive em criar singles (como no útimo álbum), White conta uma história em Lazaretto que passa por todas as suas influências do White Stripes, Raconteurs, Dead Weather. Um passeio pelo rock clássico e, ao mesmo tempo, inovador.