P’tit Quinquin (2014)

 

O filme (ou minesérie de 4 episódios, como preferirem) circulou nas listas dos melhores de 2014 em todos os cantos do mundo. A obra de Bruno Dumont traz uma realidade de uma zona rural contemporânea francesa: extremamente bucólica mas altamente absorvida em problemas xenofóbicos e crimes passionais.

Nesse contexto, sob a visão de um comandante de Polícia que chega para solucionar um misterioso assassinato (uma pessoa esquartejada encontrada dentro de uma vaca) conhecemos os principais habitantes do vilarejo e a todos é comum uma característica: são avessos a grandes explicações, cruciais para qualquer investigação policial. Assim, um caso difícil se torna impossível de ser resolvido.

Mas esta é só uma trama para unir os núcleos: os grandes momentos do filme estão nas pequenas situações cotidianas: da guria (10 ou 11 anos) pergunto ao namoradinho da mesma idade se “eu te satisfaço?” ou a dupla de padres transformando uma missa numa situação cômica e constrangedora.

Minha implicação, a única, está na caracterização extrema que o comandante da Polícia assume em alguns momentos, chegando a parecer uma situação onde o Inspetor Clauseou (Pantera Cor de Rosa) encontraria o Sargento Garcia (Zorro).

 

Nota: 5/5

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s